BLOG

O Hipericão ou Erva-de-São-João controla a depressão

A espécie Hypericum perforatum L. vulgarmente designada por Erva-de-São-João, hipericão ou milfurada pertence à família Hypericaceae e é uma espécie autóctone de grande plasticidade ecológica.

Habita em orlas de bosques e matas de produção, matos baixos, prados, margens de caminhos e pousios. Pode ocorrer desde os 6 aos 1208 m de altitude. Floresce de abril a agosto.

Planta perene, de porte ereto, que pode atingir 0,3-1 m de altura. É glabra e tem glândulas translucidas facilmente observáveis em contraluz, presentes nas folhas (dai o nome vulgar de Milfurada). As flores são numerosas nas extremidades das ramificações superiores e amarelas com pequenos pontos pretos ao longo das margens das cinco pétalas. O fruto é uma cápsula ovoide.

É usada com fins alimentares, pois as suas folhas jovens são consumidas em saladas e licores. Mas na medicina tradicional sempre se usou o oleato de cor vermelha, obtido com os óleos vegetais das flores pela sua ação anti-inflamatória e antimicrobiana no tratamento de feridas, queimaduras, varizes e herpes. Porém, a aplicação externa na pele é fotossensibilizante, desenvolvendo-se eritemas resultantes dos conteúdos em hipericina. Também usada para tratar artrite e reumatismo.

É indicado principalmente para o tratamento de estados depressivos leves a moderados, devido à riqueza em hipericina e hiperforina, mas outros constituintes, como os derivados de flavonoides, também poderão contribuir para esta ação. São bastante utilizados devido ao facto de não causar dependência química, ao contrário de outros fármacos.

A erva-de-São-João tem vindo a ser estudada como possível agente antivirótico para HIV e hepatite C, anti-retroviral, atividade anticancerígena e como possível antibiótico.

Existem estudos e registos das interações dos constituintes presentes nos extratos do hipericão e alguns medicamentos, como os contracetivos hormonais, inibidores da protéase do HIV, antibióticos e antidepressivos.

Fernanda Delgado
Comissão Organizadora do CNPAM2022

Contacto

  • Quinta da Senhora de Mércules 6000-909 Castelo Branco
  • cnpam2020@gmail.com