BLOG

Esteva – uma planta multifacetada com poder anti-inflamatório

A esteva C. ladanifer L. é uma planta presente em grandes extensões por toda a Península Ibérica e norte de África. Os matos dominados por esta planta estão normalmente associados a terrenos degradados e abandonados, sendo que os fogos são a causa natural mais potenciadora do seu aparecimento.

Esta planta tem um aroma característico e as suas folhas e caules jovens estão cobertos por uma resina a que se dá o nome de Lábdano ou Labdanum. Tanto os óleos essenciais como o lábdano são atualmente extraídos e usados na indústria das fragrâncias.

No entanto, do conhecimento tradicional sabe-se que a água de decocção dos rebentos jovens era usada para tratar doenças gastrointestinais (como úlceras, diarreias e dor de dentes), doenças do sistemas circulatório (varizes e hemorroidas), condições da pele (como para amolecer calos, tratar feridas superficiais e mesmo para tratar eczemas, manchas e queimaduras),  o nervosismo e ansiedade (como sedante e indutor do sono), como analgésico, e também para controlar as subidas de açúcar no sangue.

Para além do seu amplo uso medicinal e aromático, a esteva era “pau para toda a obra” desde o uso da sua madeira para as mais variadas aplicações (arquitetura rural, utensílios e instrumentos, lenha de alto poder calorífico), até ao aproveitamento das suas sementes como alimento.

Hoje em dia, já se sabe bastante da constituição química principal dos óleos essenciais, da resina e de outros compostos retidos nas águas de decocção. Também mais recentemente têm vindo a ser desenvolvidos trabalhos de investigação para confirmar algumas das suas aplicações medicinais, destacando-se a elevada atividade anti-inflamatória, e também para incorporar em alimentos para animais (ruminantes).

Dada a sua abundância e resiliência a condições muitos desfavoráveis e o seu elevado valor como matéria-prima para muitos sectores, podemos estar a assistir à revitalização de um recurso muito sustentável.

David Franco Frazão
PhD Agrichains – Cadeias de Produção Agrícola – UTAD
Centro de Biotecnologia de Plantas da Beira Interior
Membro da Comissão Organizadora CNPAM22

Contacto

  • Quinta da Senhora de Mércules 6000-909 Castelo Branco
  • cnpam2020@gmail.com