BLOG

cerefólio – Como cultivar?

A espécie Anthriscus cerefolium (L.) Hoffm. var. cerefolium, da família das Apiáceas, é conhecida por cerefólio, cerefolho ou cerefolho-das-hortas.
Esta planta foi disseminada pelos romanos por toda a Europa. Na Idade Média chamavam-lhe a “salsa dos ricos”, por ser difícil de obter e pela semelhança com a salsa. O cerefólio era muito popular na Quaresma e consumido na Quinta-Feira Santa, porque lhe atribuíam propriedades de purificação do sangue.

Como cultivar

O cerefólio prefere solos francos, com uma certa humidade, pH 6,5 e um local ensombrado. Multiplica-se por semente, com sementeira no local definitivo no final do inverno ou no início da primavera, com um compasso de 25 a 40 cm entre as linhas e 10 a 15 cm entre as plantas na linha. Necessita de rega para manter o solo húmido. A colheita escalonada das folhas pode iniciar-se cerca de 60 dias após sementeira.

Utilização culinária

As folhas do cerefólio têm um paladar leve, doce e suavemente anisado.
As folhas têm o mesmo uso que as da salsa, podendo ser consumidas em omeletes, saladas, vinagretes, molhos com creme, sopas, pratos de peixe e carnes assadas e ainda na decoração de pratos.

Maria Elvira Ferreira
Investigadora do Instituto Nacional de Investigação Agrária, I.P. (INIAV, I.P.)

Contacto

  • Quinta da Senhora de Mércules 6000-909 Castelo Branco
  • cnpam2020@gmail.com