Consórcio de investigação monitoriza saúde do solo na Europa

Consórcio de investigação monitoriza saúde do solo na Europa

  • Post Category:Notícias

BENCHMARKS, um novo projeto de investigação pan-europeia focado na monitorização da saúde dos solos da Europa, foi apresentado a 13 de Fevereiro, na Universidade de Wageningen, nos Países Baixos. ADireção Regional de Agricultura e Pescas do Centro e a Universidade de Coimbra representam Portugal neste projeto que reúne 29 organizações parceiras.

Este projeto visa definir e harmonizar as abordagens de monitorização da saúde do solo em toda a Europa para uma variedade de usos do solo. Conta com um finaciamento de 12 milhões de euros da Comissão Europeia, como parte do concurso do Horizonte Europa, e terá uma duração de cinco anos.

São os solos da Europa considerados não saudáveis?

Uma avaliação conjunta realizada pelo conselho da missão “Soil Health and Food” (SH&F) e pelo “Joint Research Centre” (JRC) afirma que 60-70% dos solos na Europa são atualmente considerados não saudáveis devido a, por exemplo, poluição, excesso de nutrientes, compactação e degradação do solo (“A Soil Deal for Europe”, Comissão Europeia, 2022a).

Qual é a solução proposta para a Europa?

A missão SH&F da Comissão Europeia estabeleceu a meta de ter 75% dos solos europeus saudáveis ou significativamente melhorados até 2030, isto de acordo com uma nova lei da UE sobre a proteção da saúde do solo. O setor privado também está propondo visões explícitas de sistemas alimentares sustentáveis, como as 1000 paisagens para 1 bilhão de pessoas (1000 paisagens, 2022), a plataforma de 100 milhões de agricultores do Fórum Económico Mundial (Fórum Económico Mundial, 2022) e o Iniciativa Regen10 do Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD, 2022).

Então, como o BENCHMARKS contribui para isso?

Medir o sucesso destas iniciativas públicas e privadas através da monitorização harmonizada dos solos europeus é uma tarefa essencial, mas de enorme complexidade. Exige uma monitorização coerente mas específica do contexto em múltiplas escalas, para múltiplos usos do solo, em todos os Estados-Membros da UE. O BENCHMARKS trabalhará em conjunto com as partes interessadas (agricultores, silvicultores, gestores de planeamento urbano, representantes da cadeia de valor, investigadores, governos locais e formuladores de políticas) de 24 paisagens contrastantes para definir como monitorar a saúde do solo em toda a Europa, considerando também o contexto local de gestão do solo.

Os objetivos do projeto BENCHMARKS são:

1) Fornecer uma ferramenta clara e fácil de usar para avaliar a saúde do solo, que é transparente, harmonizada e económica.

2) Definir indicadores apropriados que sejam relevantes para a avaliação da saúde do solo para uma variedade de usos do solo e zonas climáticas em toda a Europa.

3) Um painel de avaliação da saúde do solo apropriado para uso em uma variedade de escalas (campo a europeu) para ambientes agrícolas, florestais e urbanos.

4) Contribuir para melhorar as políticas e regulamentações europeias existentes relacionadas com a saúde do solo.

O BENCHMARKS é um consórcio de 29 organizações parceiras de 10 países da UE, além da Noruega, Suíça e do Reino Unido. Estes incluem universidades, institutos de investigação aplicada, pequenas e médias empresas e organizações governamentais locais. O projeto é coordenado pela Prof.a Rachel Creamer da Universidade de Wageningen.

Consulte o site do projeto: https://soilhealthbenchmarks.eu/